pqbilingueSabemos o quanto é dificil a escolha de uma escola de Educação Infantil, e, quando a opção é bilíngue, a atenção na proposta pedagógica deve ser redobrada para verificarmos se, de fato, ela é bilíngue. Para nós, a escola bilíngue é aquela que organiza seu projeto pedagógico integrando uma segunda língua em todos os eixos de trabalho previstos no Referencial Curricular Nacional.

Estudos recentes comprovam que crianças bilíngues desenvolvem melhor suas habilidades cognitivas, principalmente no que se refere à inteligência verbal, ao raciocínio lógico e à criatividade. Isso porque o aprendizado de outra língua possibilita maior desenvolvimento das conexões cerebrais. A isso, acrescentamos o fato da criança, normalmente, não apresentar censura ou inibição para aprender e ser espontânea e curiosa, o que facilita a aquisição de novos sons e estruturas linguísticas, além do aprendizado de conteúdos inéditos.

Além disso, a Educação Bilíngue é a porta de entrada para um mundo cada vez mais globalizado, onde a aquisição da língua inglesa facilita o contato com diferentes culturas e a percepção de mundo de forma mais enriquecedora, contribuindo, assim, para o desenvolvimento da autoconfiança e da capacidade de integração.

Ao iniciar o processo de aquisição do inglês na Educação Infantil, a criança passa a compreender e repetir palavras e sentenças simples, misturando-as com a língua nativa, até ter condições de se expressar com certa independência nos dois idiomas. O inglês é a língua de comunicação no processo de ensino/aprendizagem. A aquisição desse idioma ocorre na exposição de modelos de estruturas linguísticas e práticas em usá-las em contextos significativos de comunicação, vivenciados pelos alunos. E para que isso aconteça, temos clareza da importância da ‘postura bilíngue’ que devemos manter no cotidiano escolar ao considerar nossas ações que são baseadas no foco da língua em projetos de trabalho, nas atividades de leitura de histórias a partir de projetos com gêneros literários, e na comunicação interpessoal com os alunos.

Portanto, em ambiente bilíngue diversificado e consciente, entendemos que o inglês, como segunda língua, é adquirido de forma natural, lúdica e prazerosa.

Daniela Gattai, Equipe Little’s Cool

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *